top of page

Lipidoma da pele

A pele é o mais extenso e talvez mais complexo órgão do corpo humano e sua saúde depende de um perfil singular de lipídeos.

O lipidoma da pele tem como principal função proteger e prevenir perdas excessivas de água, além de possuir papel regulatório na homeostase cutânea. A composição do lipidoma da pele não está exclusivamente ligada à saúde ou aos processos de envelhecimento, mas também intimamente associada a doenças de pele como a psoríase e dermatite tópica. Neste contexto, tanto formulações cosméticas quanto intervenções nutricionais utilizam amplamente lipídeos com propósito terapêutico incluindo o ácido linoleico, tocoferol e coenzima Q10.



Os lipídeos encontrados na pele pertencem a uma variedade de classes lipídicas e são representados por uma gama de estruturas químicas. Na superfície da pele, o sebo é composto por triglicerídeos, esqualeno e ácidos graxos livres que contribuem com a proteção contra perda de água bem como regulam a abundância e composição da microbiota cutânea. No estrato córneo, uma combinação equimolar de ceramidas, colesterol e ácidos graxos livres forma a barreira lipídica que previne a perda excessiva de água e íons.


Estrutura de camadas da pele e função ou disfunção da barreira de permeabilidade

Os lipídeos do estrato córneo são como o cimento de uma parede de tijolos, e apesar de representarem somente cerca 15% do peso total, desempenham papel fundamental na função proteica, mobilidade celular e comunicação célula-célula. O intenso metabolismo de lipídeos na pele gera um fluxo contínuo de espécies bioativas incluindo eicosanóides e outros lipídeos oxidados, ceramidas e lisofosfolipídeos que regulam inúmeros processos fisiológicos na pele como homeostase e inflamação.

Por exemplo, no estrato córneo humano são reportadas cerca de 20 subclasses de ceramidas e três formas de colesterol (livre, esterificado e sulfatado), variedade esta que não é observada em nenhum outro lipidoma de tecido humano.

Cada camada da pele possui um lipidoma característico e essa composição de lipídeos está interligada à camada adjacente

Métodos de espectrometria de massas são os mais capacitados a capturar a diversidade do lipidoma da pele e requerem alta sensibilidade para obter o máximo de informações relevantes à biologia dos lipídeos na pele. A lipidômica, assim como a metabolômica, dentre todas ciências ômicas é a que oferece informações mais próximas ao fenótipo, refletindo diretamente os efeitos do ambiente no comportamento da pele.



A exposição ao sol, dieta inadequada e poluição podem danificar e causar inflamação na pele durante o dia, danos estes reparados durante a noite. A manutenção do ritmo circadiano de proteção durante o dia e reparo a noite é vital para a arquitetura natural da pele, e acessar os padrões de variação do lipidoma da pele é considerado essencial para compreender os efeitos associados à idade, sexo e até perfis relacionados à acne, pele seca ou sensível.

A PinguisLab é uma empresa nacional que oferece serviços de excelência em análises de lipídeos voltadas tanto para a academia como para pesquisa e desenvolvimento na indústria.

Se você chegou até o final desse blog não esqueça de deixar suas sugestões e comentários para que possamos produzir mais conteúdos como este.

Confira nosso website e se inscreva para receber nossa newsletter. Se preferir, agende uma reunião online.

Na PinguisLab, os lipídeos contam a história!





0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page